Peças em cartaz

Filtrar por:
0 0 5
A cor púrpura

Sexta às 20h30 | Sábado às 18h e 21h30 | Domingo às 19h

Teatro:

Gênero: Musical

Temporada: 6 de dezembro de 2019 até 16 de fevereiro de 2020

Diretor: Tadeu Aguiar

Elenco: Letícia Soares, Sérgio Menezes, Lilian Valeska, Flavia Santana, Jorge Maia, Alan Rocha, Ester Freitas, Analu Pimenta, Suzana Santana, Claudia Noemi, Erika Affonso, Caio Giovani, Renato Caetano, Thór Jr,Gabriel Vicente, Leandro Vieira, Nadjane Rocha

Classificação indicativa: 12 Anos

Sinopse

 “A história é universal: fala do ser humano, em especial das mulheres. É imediata a identificação com o momento do país, onde há tantas histórias de opressão às mulheres. A COR PÚRPURA é um grande grito de liberdade”, explica o diretor e idealizador Tadeu Aguiar, responsável também pela encenação de Bibi, uma vida em musical e Quase Normal. Tadeu prioriza a interpretação como força motriz da cena. “Reforcei o caráter epistolar do romance, valorizei o ponto de vista da protagonista, tendo a figura do ator como principal instrumento condutor da história. A palavra é a grande força do espetáculo”, afirma o diretor. 

0 0 2
A última estrofe

domingos, às 19h30

Teatro:

Gênero: Drama

Temporada: ,8,15 e 22 de dezembro

Diretor: Rodrigo Ferraz

Elenco: Wood Moura, Daniel Alexs, Whintney Polato, Carola Valente,Rafael Sabinos e Evelyn Simões

Classificação indicativa: 16 Anos

Sinopse

Dado é um cantor no auge do sucesso, que está passando por um momento de dúvidas na sua vida e conhece um policial que o salva de um precipício.De caráter duvidoso, Dado não vai medir esforços para conquistá-lo; mal sabe ele que a partir desse dia começa uma nova jornada na sua trajetória.Você faria de tudo pra conquistar alguém? Sim ou não?

0 0 2
A Mulher que Matou os Peixes

Sábados e domingos, 15h30.

Teatro:

Gênero: Musical

Temporada: De 22 de novembro a 15 de dezembro de 2019

Diretor: Djalma Thürler.

Elenco: Maira Lins

Classificação indicativa: Livre

 

Sinopse

O espetáculo é inspirado em um conto homônimo da escritora brasileira Clarice Lispector e é interpretado por Maíra Lins, que faz um pequeno musical com reflexões sobre os movimentos da vida compostos por alegrias e tristezas, perdas e ganhos, idas e vindas.

0 0 2
A Valsa de Lili

Às quintas e sextas-feiras, às 21h

Teatro:

Gênero: Comédia, Drama

Temporada: 31 de outubro a 13 de dezembro

Diretor: Edinho Rodrigues

Elenco: Débora Duboc

Classificação indicativa: 16 Anos

Sinopse

Lili é uma pessoa extraordinária e única, e, ao mesmo tempo, é uma mulher com questões iguais às de qualquer outro ser humano: o amor, a perspectiva do envelhecimento e da morte, os limites sociais e físicos e a luta pela sobrevivência. A única coisa que a distingue é que só consegue mexer os músculos do pescoço e da cabeça. Em pouco menos de uma hora, ela conta sua história e de seus amigos, mas principalmente, narra a aventura de viver plenamente, transformando as tragédias e dramas do cotidiano.

Aladdin, o Musical Última semana
0 0 2
Aladdin, o Musical

sábado às 21h

Teatro:

Gênero: Musical

Temporada: De 2/11 a 08/12

Diretor: Carla Candiotto

Elenco: Andreza Meddeiros (Samirah, Ensemble)∙   
Bruno Ospedal (Tigre/Ensemble)
∙         
Caio Mutai (Aladdin/Ensemble)
∙         
Edmundo Vitor (Cover Aladdin/Ensemble)
∙         
Giu Mallen (Cover Mãe/Ensemble)
∙         
G

Classificação indicativa: Livre

Sinopse

No palco, uma carroça estilizada se transforma numa caixa mágica e funciona como teatro ambulante, mercado, quarto e gruta. Em cena, 12 atores e um pianista vestem 25 figurinos e interpretam uma trupe de teatro que viaja pelo mundo contando uma das mais incríveis narrativas de aventura. Entre os personagens, destaque para o tigre branco Namur (companheiro de Jafar, o feiticeiro maldoso e ávido por poder), o espirituoso gênio da lâmpada e o tapete que acha que é um cachorro e funciona, comicamente, com acrobacias.  Aladdin é um ladrãozinho de pequenos furtos, que, através de uma lâmpada mágica e um gênio, começa a repensar a vida e o amor. A princesa Jasmine é uma adolescente que deseja ser livre para escolher os seus próprios caminhos, diferente das mulheres de gerações anteriores que vislumbravam apenas o casamento como desejo máximo e definitivo. O ganancioso Jafar se comporta com a astúcia e movimentos corporais de um gato. O Tapete Voador faz várias acrobacias. O Tigre possui formação acrobática. No Aladdin de Carla Candiotto, o personagem Gênio é um jovem bailarino. “O gênio gostaria de estar no mundo do show business, ele faz uma pequena homenagem a Broadway”, descreve a diretora. Para embalar a história que se desenrola no universo da fantasia e imaginação, a diretora utiliza uma fusão de linguagens artísticas, característica marcante em sua obra. Tem teatro físico, circo, manipulação de bonecos e teatro de sombras, truques e efeitos especiais, além de vídeos com imagens de palácios, luas e estrelas. “É uma história sobre mágicas, tem um gênio que mora numa lâmpada, um tapete que fala e um tigre que pensa. Enfim, a magia existe o tempo todo.”