Peças em cartaz

Filtrar por:
0 0 5
CREME DO CÉU

Sábados e domingos, às 12h.

Teatro:

Gênero: Infantil

Temporada: De 29 de junho a 28 de julho de 2019

Diretor: Giselle Tápias e Flávia Tápias

Elenco: Luciana Ponso (Estrela), Guilherme Gomes (Menino), Paula Braun (Astrônoma)
Renata Versiani (Aprendiz)

Classificação indicativa: Livre

Sinopse

Com direção artística de Giselle e Flávia Tápias, Creme do Céu conta a história de uma estrela curiosa - uma das Três Marias - que cai no planeta Terra e, com a ajuda de um adolescente com quem faz amizade, procura uma forma de voltar ao céu. Enquanto buscam alternativas para o retorno da estrela, os dois passeiam pelo sistema solar e acabam apresentando ao público características dos planetas.

Originalmente concebido na França, em 2017, pelo Grupo Tápias, a apresentação traz, de forma lúdica, uma abordagem que mescla a dança contemporânea, o teatro e a videoarte. O espetáculo circulou na França, no festival de dança contemporânea Les Rencontres Essonne Danse, bem como em espaços nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

1 0 4
CONECTADOS o Musical

Sábados, às 18h

Teatro:

Gênero: Comédia, Drama

Temporada: 6 de julho a 31 de agosto.

Diretor: Hudson Glauber.

Elenco: Luckas Moura, Gabriel Moura, Dorgival Júnior, Giulia Ayumi, Vicky Valentim, Carolina Amaral e Madu Araújo.

Classificação indicativa: 12 Anos

Sinopse

A dramaturgia foi criada por Alexandra Garnier, a partir de ideias do próprio elenco. Hudson Glauber assina a direção geral e Thiago Gimenes é responsável pela direção musical, assinando também as canções do espetáculo, que são interpretadas ao vivo nessa ‘pop broadway’. Na ficha técnica tem ainda André Capuano na direção de movimento e Chico Spinoza na cenografia. A idealização é do próprio elenco que resolveu levar à diante um projeto de gente grande, que os artistas tinham em comum. No enredo, sete jovens apaixonados pela música participam das audições de um grande concurso de talentos. Eles são Bia, July Mie, Angel, Tuco, Duda, Helena e JP, adolescentes de realidades e características muito diferentes, que se veem conectados pela música, em busca de um mesmo sonho.

0 0 1
Cazuza - Pro Dia Nascer Feliz

Sextas, às 21h; sábados, às 17h e 21h.Domingos, às 19h.

Teatro:

Gênero: Musical

Temporada: De 19 de julho a 25 de agosto

Diretor: João Fonseca

Elenco:

Classificação indicativa: 18 Anos

Sinopse

O musical narra a “vida louca, vida breve” que marcou o percurso profissional e pessoal de Cazuza, do início da carreira, no Circo Voador em 1981, até a morte em 1990, aos 32 anos. Inspirado no livro Só As Mães São Felizes, de Lucinha Araújo, omusical conta com a direção de João Fonseca, direção musical de Roberto Frejat e iluminação de Ney Matogrosso. O elenco traz mais de 15 atores e 8 músicos. Um espetáculo repleto de muita ação, emoção, humor, histórias e músicas. No repertório diversos sucessos entre eles: Codinome Beija-flor, Exagerado, Bete Balanço, Vida louca vida, Faz Parte do Meu Show, Pro Dia Nascer Feliz, Preciso Dizer que te Amo, Maior Abandonado, Brasil, entre outros.

Café com Trauma Última semana
0 0 3
Café com Trauma

Sábados, às 21h, e domingos, às 19h.

Teatro:

Gênero: Comédia, Drama

Temporada: De 29 de junho a 21 de julho.

Diretor: coletiva

Elenco: Alexia Twister, Athena Leto (Gabriel Leto), Dinamyte Pangalática (Veridiana Benassi), Mercedez Vulcão (Pedro Machitte) e Thelores (Beto Souza).

Classificação indicativa: 14 Anos

Sinopse

As drag queens Alexia Twister, Athena Leto, Dinamyte Pangalática, Mercedez Vulcão e Thelores sentam-se em frente ao público e, na dinâmica de um grupo de apoio, desabafam sobre as suas trajetórias artísticas e questões traumáticas relacionadas aos conceitos de feminino e masculino que as atingiram durante a vida. Café com Trauma, primeiro espetáculo da Cia Canastra, estreia dia 29 de junho, sábado, às 21h, no Teatro Décio de Almeida Prado. A concepção de Café com Trauma começou a ser estruturada há mais de um ano e partiu das relações que as artistas que estão em cena desenvolveram ao longo de outros trabalhos. Ao decidirem criar juntas uma peça que dialogasse com essas interações, perceberam que o que havia de mais comum entre elas eram os traumas adquiridos ao longo da vida pelos apontamentos acerca das suas sexualidades ou da arte drag, de modo geral. Do bullying sofrido na infância à dificuldade de separar a persona drag queen da vida pessoal, o espetáculo divide-se em cenas em que as artistas expõem, desenvolvem e chegam à alguma conclusão relacionada às questões que levantam.

0 0 5
CHAPEUZINHO VERMELHO

Aos sábados e domingos, às 17h40.

Teatro:

Gênero: Infantil

Temporada: 4 de maio a 28 de julho.

Diretor: Livia Gaudencio

Elenco: Deinha Baruqui, Fabi Loyola, Leo Campos e Lucas Chiaradia

Classificação indicativa: Livre

Sinopse

A história da Chapeuzinho Vermelho todos já conhecem, mas e a história do Lobo Mau, da Vovó, do Caçador, da Mãe da Chapeuzinho, do Armário, da Porta e de todos que participam dessa narrativa em algum momento? Nesta versão, as atrizes e os atores da trupe apresentam o ponto de vista de cada um dos personagens - afinal, precisamos conhecer melhor os fatos quando todos querem ser inocentes ou heróis desta história.