Peças em cartaz

Filtrar por:
PRETOPERITAMAR – O CAMINHO QUE VAI DAR AQUI Última semana
1 0 4
PRETOPERITAMAR – O CAMINHO QUE VAI DAR AQUI

Quinta a sábado, às 21h e domingo, às 18h.

Teatro:

Gênero: Musical

Temporada: 28 de novembro a 15 de dezembro de 2019

Diretor: Anelis Assumpção

Elenco: Allyson Amaral, Claudia Missura, Denise Assunção, Fabrício Boliveira, Iara Rennó, Negro Leo, Thalma de Freitas e Tulipa Ruiz

Classificação indicativa: 16 Anos

Sinopse

Trata-se de uma opereta. Uma experiência com música e texto. Um musical biográfico no sentido mais plural que compete uma biografia. Um drama onde a existência de Itamar se mistura a tantos corpos brasileiros comuns à marginalidade. O ponto de vista condutor é a perspectiva da indesviável negritude na vida de um artista. É um espaço cênico-musical onde será cantada a vida e contada a obra deste homem marcado pelas próprias escolhas, pela negritude à flor da pele, por laços familiares que se misturavam musicalmente e por parceiros e amigos de trabalho que formavam uma grande família. 

0 0 3
Push up

Terças e quartas às 21h

Teatro:

Gênero: Comédia

Temporada: 15 de outubro de 2019 até 18 de dezembro

Diretor: César Baptista

Elenco: Antoniela Canto, Daniel Faleiros Migliano, Fabio Acorsi, Fulvio Filho, Isabella Lemos, João Bourbonnais, Karlla Braga, Monalisa Vasconcelos

Classificação indicativa: Livre

Sinopse

Push up é um texto do talentoso e reconhecido autor e diretor alemão Roland Schimmelpfennig, um dos mais prolíficos em seu país, com peças já traduzidas em mais de 20 línguas e amplamente elogiadas na Europa.A peça trata de pessoas que trabalham no mundo corporativo e que, ao dedicar seu tempo a essa grande empresa, parecem não escapar do pêndulo entre os campos profissional e privado.
Cada um dos executivos e executivas da empresa tenta convencer o CEO que seu projeto é o melhor e mais adequado, o que será um trampolim para a grande filial em Nova Délhi, na Índia.A luta entre Angelika e Sabine vai além da competência profissional de ambas por conta de uma possível traição, o que provoca uma desestabilização na relação entre as duas; Patrizia e Robert, por sua vez, após uma noite épica de amor não sabem como lidar com a situação e são colocados, por seu chefe, diante de mais um impasse: aprovar ou não o projeto de Patrizia; Assim como os outros, Hans e Frank concorrem simultaneamente a um cobiçado cargo em Délhi, o que traz à tona o embate entre as gerações e a ética nesse tipo de relação; Os dois concièrges, Henrique e Maria, estão a postos do início ao fim da peça, assim como na entrada e saída dos gladiadores na arena de um mundo dirigido pela lógica do capitalismo neoliberal, da qual ambos parecem ser os únicos livres dessa determinação que precariza a condição humana.

0 0 5
Push up

Terças e quartas às 21h

Teatro:

Gênero: Comédia, Drama

Temporada: 15 de outubro até 18 de dezembro

Diretor: César Baptista

Elenco: Antoniela Canto, Daniel Faleiros Migliano, Fabio Acorsi, Fulvio Filho, Isabella Lemos, João Bourbonnais, Karlla Braga, Monalisa Vasconcelos

Classificação indicativa: Livre

Sinopse

Push up é um texto do talentoso e reconhecido autor e diretor alemão Roland Schimmelpfennig, um dos mais prolíficos em seu país, com peças já traduzidas em mais de 20 línguas e amplamente elogiadas na Europa.A peça trata de pessoas que trabalham no mundo corporativo e que, ao dedicar seu tempo a essa grande empresa, parecem não escapar do pêndulo entre os campos profissional e privado.